Manutenção Preventiva: Suspensão

 

Quando se pensa sobre o desempenho de um automóvel, geralmente vem à cabeça potência , torque e aceleração de 0 a 100 km/h. No entanto, toda a força gerada pelo motor  é inútil se o motorista não puder controlar o carro. Por isso, vamos entender um pouco sobre a suspensão do automóvel nesse post.




A suspensão do carro geralmente é percebida quando não está funcionando bem, isto porque a suspensão visa absorver impactos, causados por ondulações e buracos na pista. Para isso é necessário uma combinação dos vários componentes interligados.
  • amortecedores
  • molas
  • pivôs
  • bandejas
  • terminais
  • rolamentos
  • barras de direção
  • juntas homocinéticas
  • componentes diversos ( buchas, isoladores, etc. ) 
A suspensão de um carro pode ser integral ou independente. 
A suspensão integral absorve os impactos de forma unificada entre as rodas do eixo (eixo frontal ou eixo traseiro), de modo que o impacto sofrido por uma única roda afeta toda a suspensão.
Quanto à suspensão independente, o impacto é absorvido por cada roda individualmente. Esse tipo de suspensão dá mais estabilidade ao veículo, principalmente em curvas de alta velocidade.


Sinais de problemas

 


Os principais indicativos de problema na suspensão do carro são ruídos em curvas das quais se exige da suspensão. Falta de estabilidade e excesso de oscilações dentro do carro também são indicativos de problemas.